Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da silibinina sobre o fator de transcrição nuclear-kB e produção de citocinas inflamatórias por células mononucleares de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia

Processo: 10/00776-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Beneficiário:Vanessa Silvestre Innocenti Giorgi
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Gravidez   Células mononucleares   Fator de necrose tumoral alfa   Interleucina-1   Pré-eclâmpsia

Resumo

A pré-eclâmpsia é uma complicação clínica da gravidez, caracterizada por hipertensão e proteinúria, identificadas após a 20º semana de gestação. A disfunção endotelial, descrita nessa patologia parece estar associada à liberação excessiva de citocinas pró-inflamatórias e radicais livres oxidantes, produzidos por leucócitos ativados. O presente projeto irá avaliar se a silibinina, o componente mais ativo da silimarina (Silybum marianum), com potente propriedade anti-inflamatória, interfere com a ativação do fator de transcrição nuclear NF-kB e a produção de citocinas inflamatórias por células mononucleares do sangue periférico (PBMC) de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia. Serão avaliadas mulheres portadoras de pré-eclâmpsia e mulheres normais com gestação única e idade gestacional a partir de 28 semanas, sendo a idade gestacional estabelecida pela data da última menstruação e/ou por exame ultra-sonográfico precoce. Como controle serão estudadas mulheres saudáveis não-grávidas pareadas com as gestantes pela faixa etária. Células mononucleares obtidas de sangue periférico dos três grupos serão cultivadas na ausência ou presença de silibinina nas concentrações de 5 uM ou 50 uM de silibinina. A produção de citocinas inflamatórias como fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa) e Interleucina-1 beta (IL-1 beta) por essas células após o tratamento com silibinina por 18h, será avaliada por ensaio imunoenzimático (ELISA). A extração de proteínas nucleares de PBMC será obtida para a análise quantitativa da forma ativa de NF-kB (p65 NF-kB) após 30 min de cultivo na presença ou ausência de silibinina (5 ou 50 uM). Como controle positivo essas células serão estimuladas com lipopolissacáride (LPS) e cultivadas ou não com o flavonóide por 30 min. Resultados preliminares de nosso laboratório mostram que monócitos de gestantes com pré-eclâmpsia apresentam-se ativados, produzindo níveis endógenos elevados de TNF-alfa em comparação às células de gestantes normais e de mulheres normais, não-grávidas. Portanto, esse trabalho irá contribuir para a melhor compreensão do comportamento de células imunes na pré-eclâmpsia bem como a utilização de terapias alternativas e naturais no tratamento dessa patologia.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
INNOCENTI GIORGI, VANESSA S.; PERACOLI, MARIA TEREZINHA S.; PERACOLI, JOSE C.; WITKIN, STEVEN S.; BANNWART-CASTRO, CAMILA F. Silibinin modulates the NF-kappa b pathway and pro-inflammatory cytokine production by mononuclear cells from preeclamptic women. JOURNAL OF REPRODUCTIVE IMMUNOLOGY, v. 95, n. 1-2, p. 67-72, SEP 2012. Citações Web of Science: 34.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.