Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre a ocorrência de quedas e o desempenho em testes de caminhada de campo em idosos não institucionalizados

Processo: 10/06122-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Victor Zuniga Dourado
Beneficiário:Marcela Grigol Bardin
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Idosos   Equilíbrio postural   Acidentes por quedas   Caminhada   Capacidade aeróbica

Resumo

Com o aumento da expectativa de vida, a população idosa revelou-se um crescente grupo populacional. Contudo, proporcionalmente, os riscos de saúde atribuídos ao envelhecimento ganharam destaque por representarem uma questão sócio-econômica, uma vez que a ligação adoecimento/mortalidade está diretamente relacionada à qualidade de vida a que o Governo se responsabiliza em garantir. As quedas sofridas em grande quantidade pela população idosa caracterizam um dos principais fatores que levam à internação destes, bem como à complicação de saúde no processo de hospitalização e acamamento. Estudos relacionaram a ocorrência de quedas ao desempenho no teste de caminhada Timed Up and Go (TUG). Por outro lado, o Incremental Shuttle Walk Test (ISWT) é ferramenta estabelecida para avaliar a aptidão cardiorrespiratória em pacientes com doenças cardiorrespiratórias crônicas. Por seu caráter de idas e vindas rápidas em um espaço delimitado por dois cones de trânsito, levantamos a hipótese de que haja correlação entre o desempenho no ISWT e a ocorrência de quedas em idosos não institucionalizados. Dessa forma, o ISWT poderia ser utilizado para a avaliação simultânea da aptidão cardiorrespiratória e do equilíbrio e risco de quedas nessa população. O presente estudo terá como objetivo avaliar e comparar as correlações existentes entre as performances obtidas no ISWT e no TUG e a ocorrência de quedas em idosos não institucionalizados. Secundariamente, pretendemos complementar as avaliações dos valores de referência para o TUG e para ISWT relacionados aos projetos FAPESP no. 2007/08673-3 e no. 2007/08098-9. Serão avaliados 20 idosos com 60 anos ou mais, homens e mulheres, que sofreram pelo menos duas quedas no último ano. Vinte indivíduos que não sofreram quedas no último ano, pareados por idade e gênero, serão avaliados como controle. Portanto, 40 idosos serão avaliados no total alocados em dois grupos: dos que sofreram quedas (GQ) e dos que não sofreram quedas (GNQ). Os indivíduos serão submetidos ao ISWT e ao TUG. Após aplicação de uma análise estatística sobre os dados coletados, espera-se confirmar a hipótese de que o ISWT seja determinante para a identificação de quedas nos indivíduos idosos, demonstrando então a utilidade deste instrumento para a avaliação simultânea da capacidade aeróbia, equilíbrio e ocorrência de quedas podendo fornecer subsídios que relacionem o aprimoramento da capacidade aeróbia como estratégia para prevenção de quedas nessa população. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARDIN, MARCELA G.; DOURADO, VICTOR Z. Association between the occurrence of falls and the performance on the Incremental Shuttle Walk Test in elderly women. BRAZILIAN JOURNAL OF PHYSICAL THERAPY, v. 16, n. 4, p. 275-280, JUL-AUG 2012. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.