Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão livre dos jovens por meio do fanzine: recurso para a Terapia Ocupacional Social

Processo: 09/54313-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Roseli Esquerdo Lopes
Beneficiário:Gustavo Artur Monzeli
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fanzines

Resumo

O projeto JUVENTUDE, VIOLÊNCIA E CIDADANIA EM GRUPOS POPULARES URBANOS: INTERVENÇÃO COLETIVA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, desenvolvido com interfaces diretas entre ensino, extensão e pesquisa, problematiza, a partir de uma perspectiva sócio-histórica, formas de enfrentamento à violência a que estão submetidos adolescentes e jovens de grupos populares urbanos no Brasil, em um contexto em que as políticas públicas correlatas são, em grande parte, insuficientes, fragmentadas e/ou inadequadas. Trata-se, então, de fomentar e analisar intervenções sociais calcadas na educação e na defesa da cidadania para adolescentes e jovens vulneráveis socialmente, desenvolvendo recursos que propiciem a aproximação com seu universo, buscando produzir subsídios para políticas públicas cujo impacto se dê na direção de promover a diminuição da desigualdade, da discriminação e da violência a que esse recorte populacional está sujeito. O subprojeto "Expressão Livre dos Jovens por meio do Fanzine: Recurso para a Terapia Ocupacional Social" propõe a realização de Oficinas de Atividades com jovens que freqüentam uma escola pública e/ou um Centro da Juventude, equipamentos sociais de um bairro periférico da cidade de São Carlos (SP), com o intuito de elaborar, confeccionar e distribuir fanzines, visando potencializar formas alternativas de comunicação, a livre expressão e a criação desses jovens. Especificamente, pretende analisar o processo da construção do fanzine como recurso para a terapia ocupacional social, em práticas que articulem espaços formais e não-formais de educação, na direção da promoção de reflexões relacionadas a determinadas dimensões da vida de jovens pobres urbanos no Brasil. Algumas dessas dimensões residem na ampliação do repertório de vida, na construção de possíveis projetos individuais e/ou coletivos e na discussão acerca da realidade de exclusão enfrentada por muitos deles. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.