Busca avançada
Ano de início
Entree

Asma experimental induzida por Blomia tropicalis: modulação por tolerância imunológica ou por agonistas de receptores toll-like 4

Processo: 05/00654-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Momtchilo Russo
Beneficiário:Alexandre de Castro Keller
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/14297-6 - Ativação/desativação de macrófagos e linfócitos T CD4+ na asma experimental, AP.TEM
Assunto(s):Tolerância imunológica   Imunoglobulina E

Resumo

A maioria dos trabalhos envolvendo asma experimental utiliza a ovalbumina (OVA) como antígeno. Uma alternativa mais natural é o uso de alérgenos derivados de ácaros que estão presentes no pó domiciliar. Blomia tropicalis (Bt) é um dos principais ácaros descritos como fator de risco para o desenvolvimento de doenças alérgicas em paises tropicais como o Brasil. A maioria dos trabalhos com a Bt têm investigado a indução de anticorpos específicos principalmente do isotipo IgE tendo-se negligenciado a sua influência no desenvolvimento de quadro alérgico pulmonar que caracteriza a asma. Além do mais, pouco se sabe sobre a indução de tolerância imunológica à Bt.Durante meu doutorado, utilizando a OVA como alérgeno, trabalhei com indução de tolerância imunológica e ativação de receptores TLR4 como ferramentas para inibir o desenvolvimento de asma experimental. O objetivo deste projeto é investigar se é possível modular, via tolerância imunológica ou via ativação de TLR4, as respostas alérgicas induzidas pela imunização com Bt. Vale ressaltar que já padronizamos um modelo de sensibilização à Bt capaz de induzir asma experimental em diferentes linhagens de camundongos.