Busca avançada
Ano de início
Entree

A (na+,k+)-atpase branquial e a conquista do ambiente dulcicola pelos camaroes palemonideos: caracterizacao cinetica da enzima do camarao de agua doce macrobrachium amazonicum.

Processo: 04/11126-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2004
Vigência (Término): 30 de novembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Rosa dos Prazeres Melo Furriel
Beneficiário:Lilian Carla Foganhole dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Osmorregulação

Resumo

Este projeto de IC é parte integrante de um projeto já apoiado pela FAPESP, intitulado "A (Na+,K+)-ATPase e a adaptação dos camarões palemonídeos Macrobrachium olfersii e Macrobrachium amazonicum a diferentes salinidades", cujo objetivo geral é o estudo sistemático e comparativo das propriedades estruturais e cinéticas da (Na+,K+)-ATPase do tecido branquial de animais destas duas espécies, que apresentam diferentes graus de adaptação ao ambiente dulcícola. Essa enzima é essencial para a regulação osmótica dos crustáceos e tem um papel central na captação de íons Na+ a partir de meios diluídos. Sua estrutura, características cinéticas e mecanismos de regulação são pouco conhecidos. Neste subprojeto será estudada a enzima branquial de animais da espécie M. amazonicum, de uma população restrita à água doce, utilizando o substrato fisiológico, ATP. Os resultados pretendidos, analisados comparativamente com aqueles obtidos para M. olfersii, uma espécie aparentemente menos adaptada à água doce, podem contribuir para a identificação de características particulares da enzima que efetivamente contribuem para um mecanismo eficiente de captação de íons Na+ em meios diluídos, permitindo uma melhor compreensão das adaptações bioquímicas associadas à invasão do ambiente dulcícola pelos camarões da família Palaemonidae ao longo da evolução. Estes estudos também poderão melhorar os conhecimentos acerca das (Na+,K+)-ATPases dos crustáceos, ainda muito pouco estudadas. (AU)