Busca avançada
Ano de início
Entree

Conhecimento acadêmico e formação continuada de professores: dos conceitos científicos a prática em sala de aula

Processo: 06/58452-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Linguística Aplicada
Pesquisador responsável:Angela Del Carmen Bustos Romero de Kleiman
Beneficiário:Paula Baracat de Grande
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende investigar como conceitos científicos, produzidos pela academia, são mobilizados por professores em formação continuada, em situações didático-pedagógicas. Para isso, analisarei o discurso de formadores universitários e de professores-alunos em dois cursos de formação continuada de caracteres diversos: o curso Ler para Aprender, oferecido no contexto do programa Teias do Saber do estado de São Paulo pela equipe do Grupo Letramento do Professor e o curso Letramento nas séries Iniciais, do Centro de Formação Continuada de Professores do Instituto de Estudos da Linguagem (CEFIEL) pertencente à Rede Nacional de Formação Continuada do MEC, oferecido pela mesma equipe. A análise centra-se nas retextualizações (Marcuschi, 2003, Matencio, 2002, 2003) produzidas por professores-alunos, focalizando aquelas que envolvam retomadas do conceito de letramento, particularmente atentando para a ocorrência de expressões metafóricas sobre este conceito e outros três a ele relacionados: alfabetização, leitura e escrita. A atenção dada à análise lingüístico-discursiva das metáforas conceituais (Lakoffe Johnson, 1998) dos professores-alunos justifica-se pelo fato de serem elas aparatos cognitivos que podem ser facilitadoras na conceptualização de um novo conceito em termos de outro familiar (Kleiman, 2005). As teorias que embasam a pesquisa na investigação do movimento de transferência de conhecimentos científicos para a esfera didática são a transposição didática, elaborada por Chevallard (apud Marandino, 2004), e a recontextualização pedagógica, de Bernstein (2003). (AU)