Busca avançada
Ano de início
Entree

Alteração de peso corpóreo associado as drogas antiepiléticas

Processo: 07/58287-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Carlos Alberto Mantovani Guerreiro
Beneficiário:Camilla Natal de Gaspari
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia

Resumo

O tratamento convencional para epilepsia é feito por meio de drogas antiepilépticas (DAE). Por ser, na maioria dos casos, um tratamento de longa duração é preciso analisar os possíveis efeitos adversos de cada medicação durante o tratamento, entre elas a alteração no status do peso corpóreo. Entre as DAE existem aquelas que elevam o peso corpóreo, como a carbamazepina e o valproato, as que não interferem no status corpóreo, como a fenitoína e a lamotrigina, e aquelas que induzem a uma redução do peso corpóreo, como o topiramato. A alteração no status corpóreo é um efeito indesejável que pode interferir negativamente no tratamento, uma vez que diminui a adesão ao tratamento. O objetivo deste estudo é analisar o status do apetite e do peso corpóreo de pacientes com epilepsia, em uso de mono e politerapia de DAE, durante o período de um ano. A análise do status do apetite e do peso corpóreo será feita utilizando 120 pacientes em tratamento de epilepsia no Ambulatório de Epilepsia do HC-UNICAMP. Para isso será calculado o índice de massa corporal de cada paciente, em um primeiro encontro e 6 a 8 meses após. Nesses dois encontros, os pacientes também vão responder a um questionário que tem a finalidade de avaliar alteração no apetite e qualidade da alimentação dos mesmos. Deste modo esperamos identificar as drogas antiepilépticas e sua associação com alteração do peso corpóreo e ou apetite. (AU)