Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação de metais ambientalmente impactantes em solo tratado com composto de resíduos sólidos domésticos

Processo: 03/01868-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2003
Vigência (Término): 30 de novembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Mary Rosa Rodrigues de Marchi
Beneficiário:Carolina Aparecida Sabatini
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Adubação   Composto (adubo)   Metal pesado do solo   Impactos ambientais

Resumo

O tratamento da fração orgânica de lixo através da compostagem, visando a utilização do composto produzido como condicionador ao solo, apresenta-se como uma combinação perfeita, uma vez que soluciona parte do problema ambiental e urbano do lixo, além de propiciar uma agricultura de melhor qualidade e baixo custo. Entretanto, em virtude dos processos ineficientes de separação do lixo nas usinas de compostagem, tem-se constatado a presença de metais pesados no produto final de muitas usinas. Pelo alto teor de matéria orgânica no composto de RSU e pelas características desta matéria orgânica, como a presença de grupamentos fenólicos e carboxílicos, é presumível, que a interação com metais seja bastante importante, principalmente os de oxidação mais altos. No entanto quando adicionado ao solo, o composto poderá liberar estes metais, que ficarão desta forma disponíveis tanto para absorção pelas plantas, quanto para dispersarem-se pelos diversos compartimentos ambientais. Neste trabalho, pretende-se acompanhar o comportamento de alguns metais (Cd, Cu, Zn, Ni, Cr, Mn e Pb), presentes no composto, nas suas diversas formas de disponibilidade, quando este produto é adicionado ao solo. (AU)