Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da frequência da heteroplasmia na região HV3 do DNA mitocondrial em amostras de cabelo

Processo: 06/06772-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Regina Maria Barretto Cicarelli
Beneficiário:Larissa Valle Guilhen Longo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Polimorfismo genético   DNA mitocondrial   Biologia molecular

Resumo

A identificação humana usando a análise de DNA mitocondrial (DNA mt) tem sido amplamente utilizada, especialmente quando a análise do DNA nuclear não pode ser aplicada. Isso ocorre quando o DNA da amostra apresenta-se degradado ou em casos em que o material biológico não apresenta o DNA nuclear, como em fragmentos de cabelo. No contexto da análise forense, o interesse pelo DNA mt surgiu por vários motivos. Primeiro, esse DNA contém regiões polimórficas (hipervariáveis) 10 vezes mais mutadas que o DNA nuclear, que podem ser usadas na identificação de um indivíduo. Em segundo lugar, os descendentes recebem esse DNA apenas da mãe, permitindo traçar a linhagem materna de uma pessoa; e, finalmente, esse DNA é mais resistente à degradação que o DNA nuclear e existem várias cópias dele por célula. As regiões hipervariáveis do DNA mt são três, e são chamadas de HV1, HV2 e HV3. HV1 e HV2 têm sido bastante estudadas e utilizadas na prática forense. A terceira região, HV3, somente agora vem mostrando sua importância na resolução de casos forenses em que somente as regiões HV1 e HV2 não são discriminatórias.Durante o desenvolvimento do indivíduo, as moléculas de DNA mt se replicam independentemente e são ditas não-recombinantes. Em adição ao fato dessa replicação possuir baixa fidelidade, existe a possibilidade de existirem populações de DNA mt diferentes na mesma pessoa. Esse fenômeno é denominado heteroplasmia.Nos casos forenses a heteroplasmia pode melhorar ou complicar a identificação e deve ser considerada. Os cientistas forenses devem ser preparados para lidar com esse processo e interpretá-lo, já que as heteroplasmias podem representar um nível adicional de variação, aumentando o poder discriminatório do teste. Desse modo, alguns estudos têm sido feitos sobre a freqüência de heteroplasmia nas regiões hipervariáveis do DNA mitocondrial HV1 e HV2 em diversos materiais biológicos, visto que essa freqüência varia entre os diferentes tecidos. Devido aos atuais dados sobre a importância da região HV3 na identificação humana, e ao fato de que nenhum estudo sobre a freqüência de heteroplasmia nessa terceira região do DNA mt foi até o momento relatado na literatura, o objetivo deste trabalho é estudar a freqüência de heteroplasmia na região HV3 do DNA mt em amostras de sangue e cabelo de 100 habitantes da Grande São Paulo.Dessa forma, este trabalho pretende padronizar a metodologia a ser utilizada no sequenciamento das amostras de cabelo, desde o processo de extração do DNA mt, amplificação por PCR e purificação até sequenciamento e análise das heteroplasmias. Simultaneamente ao sequenciamento e análise das 100 amostras de cabelo, os eletroferogramas das amostras de sangue dos mesmos indivíduos (já seqüenciadas) serão analisados e a presença de heteroplasmias será observada, além da comparação da sua freqüência entre os dois tipos de amostra.Assim, o objetivo do projeto é observar o fenômeno da heteroplasmia na região HV3 do DNA mt, bem como a variação da sua freqüência em amostras de cabelo e sangue.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PANETO, GREICIANE G.; LONGO, LARISSA V. G.; MARTINS, JOYCE A.; DE CAMARGO, MARIA ANGELICA; COSTA, JEANE C.; DE MELLO, ALINE C. O.; CHEN, BETY; OLIVEIRA, ROGERIO N.; HIRATA, MARIO H.; CICARELLI, REGINA M. B. Heteroplasmy in Hair: Study of Mitochondrial DNA Third Hypervariable Region in Hair and Blood Samples. JOURNAL OF FORENSIC SCIENCES, v. 55, n. 3, p. 715-718, MAY 2010. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.