Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos prospectivos regionais de mineralizações cupro-auríferas na Província Mineral de Carajás baseados na análise espacial de dados multi-fonte através da lógica fuzzy e redes neurais

Processo: 05/04453-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 31 de março de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Carlos Roberto de Souza Filho
Beneficiário:Emilson Pereira Leite
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Metalogênese   Sensoriamento remoto   Lógica fuzzy   Redes neurais (computação)

Resumo

O objetivo principal deste projeto de pesquisa é a consolidação de modelos prospectivos regionais de mineralizações de Cu-Au na região da Província Mineral de Carajás (PMC) e adjacências. A região da PMC tem sido objeto de estudos através de métodos indiretos de mapeamento geológico e prospecção mineral, devido a sua importância econômica estratégica para o Brasil, por hospedar diversos depósitos de Cu, Au, Ni, Fe de classe mundial. Isso torna a região um excelente laboratório para o desenvolvimento de pesquisas visando à descoberta de novas áreas com potencial exploratório, além do teste e desenvolvimento de técnicas de processamento, análise e integração de dados multi-fonte, como os aerogeofísicos e de sensores remotos. Grande parte do acervo destes dados, disponíveis para pesquisa nesta região, ainda não foi processada individualmente, nem tampouco de maneira integrada. Desta forma, para atingir o objetivo proposto, os dados multi-fonte disponíveis na região serão processados individualmente, utilizando técnicas de filtragem bem conhecidas, e integrados, através do uso de algoritmos avançados de análise espacial de dados, como lógica fuzzy e redes neurais artificiais. Especificamente, serão utilizados os seguintes conjuntos de dados: (a) aeromagnéticos e aerogamaespectrométricos; (b) dos sensores remotos ópticos e infravermelhos ASTER e ETM+; (c) dos radares imageadores da plataforma SAR (Synthetic Aperture Radar)-99B do Sistema de Proteção da Amazônica (SIPAM/SIVAM), que atuam na faixa das microondas. Os principais produtos que se pretende gerar para a PMC são: (i) mapa lito-geofisico regional; (ii) mapas estruturais de detalhe, derivados da interpretação de produtos derivados do SAR 99B/SIVAM; (iii) mapas de favorabilidade mineral com base em modelos knowledge-driven e data-driven. Esses mapas serão analisados quanto à coerência dos resultados com mineralizações conhecidas por meio de testes estatísticos e probabilísticos, além de verificações em campo, de forma a melhor avaliar os resultados obtidos a partir de cada método na área de estudo. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EMILSON PEREIRA LEITE; CARLOS ROBERTO DE SOUZA FILHO. Mapas auto-organizáveis aplicados ao mapeamento do potencial mineral na região de serra leste, província mineral de Carajás, Pará. Revista Brasileira de Geofísica, v. 28, n. 3, p. -, Set. 2010.
LEITE, EMILSON PEREIRA; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO. Artificial neural networks applied to mineral potential mapping for copper-gold mineralizations in the Carajas Mineral Province, Brazil. Geophysical Prospecting, v. 57, n. 6, p. 1049-1065, NOV 2009. Citações Web of Science: 24.
LEITE, EMILSON PEREIRA; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO. TEXTNN-A MATLAB program for textural classification using neural networks. Computers & Geosciences, v. 35, n. 10, p. 2084-2094, OCT 2009. Citações Web of Science: 5.
LEITE, EMILSON PEREIRA; DE SOUZA FILHO, CARLOS ROBERTO. Probabilistic neural networks applied to mineral potential mapping for platinum group elements in the Serra Leste region, Carajas Mineral Province, Brazil. Computers & Geosciences, v. 35, n. 3, p. 675-687, MAR 2009. Citações Web of Science: 24.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.