Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos proteômicos e funcionais de alvos moleculares de acidocalcissomos de Plasmodium Falciparum

Processo: 02/11447-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2003
Vigência (Término): 30 de abril de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Igor Correia de Almeida
Beneficiário:Jorge Alberto López Rodríguez
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/09401-0 - Aproximação genômica e pós-genômica ao estudo das malárias humanas de Plasmodium vivax e Plasmodium falciparum na Amazônia brasileira, AP.TEM
Assunto(s):Plasmodium falciparum   Malária

Resumo

Uma série de estudos têm demonstrado a existência de estruturas acídicas eletrodensas em tripanossomatídeos e apicomplexos (e.g. Trypanosoma cruzi e Plasmodium spp), com alto conteúdo de Ca+2, Mg2+, Na+, Zn+2, e piro- e polifosfato. Essas organelas, denominadas acidocalcissomos, possuem algumas bombas e trocadores de íons (Na+/H+- e Ca+2/H+-, Ca+2-ATPase, e PPase) na membrana vacuolar, porém o baixo teor de enxofre levou a inferir a existência de poucas proteínas na sua matriz. A relação de N:O e P:O descrita indica, no entanto, a presença de compostos ricos em carboidratos. Evidências experimentais sugerem ainda que os acidocalcissomos desempenham funções fisiológicas relevantes nos protozoários, como armazenamento de cálcio e energia para sinalização celular durante a invasão da células hospedeiras, e regulação do pH intracelular. Os acidocalcissomos podem, assim, ser considerados um alvo quimioterápico importante a ser explorado de forma racional para o desenvolvimento de novas drogas contra a malária. Este trabalho visa: a) a identificação do conjunto de proteínas expressas, ou proteoma dos acidocalcissomos; b) a identificação de alvos metabólicos essenciais para o P. falciparum, presentes na organela; e c) análise funcional desses alvos moleculares por técnicas modernas pós-genômicas (transfecção e "knock-out"). (AU)