Busca avançada
Ano de início
Entree

Metodos analiticos para determinacao do limite permissivel de penetracao de geracao distribuida em sistemas de energia eletrica.

Processo: 04/06725-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2005
Vigência (Término): 30 de abril de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Pesquisador responsável:André Luiz Morelato França
Beneficiário:Alexandre de Assis Mota
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/07567-7 - Monitoramento, análise e controle de instabilidade de tensão em sistemas elétricos de potência, AP.TEM
Assunto(s):Geração distribuída   Métodos de análise

Resumo

Este projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de métodos analíticos capazes de determinar/estimar de forma direta o limite permissível de penetração de fontes de geração dispersa em redes de distribuição de energia elétrica, sobretudo resultante da conexão de geradores síncronos e de indução. Esses métodos serão desenvolvidos levando-se em conta as principais características associadas com redes de distribuição e com cada tipo de geração. Diversos métodos analíticos serão desenvolvidos para avaliar diferentes impactos técnicos resultantes da conexão desses geradores em redes de distribuição. Os principais fatores técnicos a serem analisados são perfil de tensão de regime permanente, estabilidade de tensão, estabilidade de ângulo, transitórios de tensão, correntes de curto-circuito, distorção harmônica e ferro-ressonância. Essa metodologia está baseada na formulação de métodos analíticos que permitam a rápida obtenção de estimativas dos limites envolvidos, evitando a realização de inúmeras simulações computacionais e propiciando a obtenção de critérios para a análise de instalações em campo, podendo ser utilizada por produtores independentes, concessionárias de energia e órgãos regulamentadores para orientar a tomada de decisões com relação à instalação de novos geradores distribuídos nos sistemas de energia elétrica, e também para orientar políticas de expansão da penetração da geração dispersa. (AU)