Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação clonal da cultura da macadâmia através do método PCR RAPD

Processo: 07/55080-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Nelson Barbosa Machado Neto
Beneficiário:Adriano Takashi Moriya
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Técnica de amplificação ao acaso de DNA polimórfico   Macadâmia   Marcador molecular

Resumo

A nogueira macadâmia possuí uma das mais valorizadas nozes do mercado e encontra-se em franca expansão de cultivo no Brasil, que já é o sétimo produtor mundial, mas com a terceira maior área de plantio. A cultura da noz macadâmia é uma boa alternativa para pequenos proprietários rurais ou aqueles grandes que dispõem de áreas pouco adequadas para a mecanização. Os cultivares ou clones de macadâmia, dada sua proximidade genética, apresentam certa dificuldade em serem corretamente identificados à campo, o que pode dificultar muitas vezes a distribuição correta das mudas. O objetivo do presente trabalho é caracterizar geneticamente, com o auxílio de marcadores RAPD, diferentes clones de macadâmia em cultivo. Serão utilizados limbos foliares dos clones 741,660, 920 BX, 920, 344, 420, 816, 1.21, 'Shimada', 'Campinas B', 'Campinas F' e 'Aloha', cedidas pela empresa Queen Nut Macadâmia, os quais terão o DNA extraído, e amplificado em diversos primers. Os dados binários obtidos (presença/ausência das bandas nas amostras) serão utilizados na construção de um dendrograma para avaliar a distância genética entre os acessos. (AU)