Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da interpolação das medições das estações meteorológicas na qualidade do IWV obtido via GNSS

Processo: 09/16771-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geodésia
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Sapucci
Beneficiário:Mariana Dias Chaves Batistão
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/04008-2 - GNSS: investigações e aplicações no posicionamento geodésico, em estudos relacionados com a atmosfera e na agricultura de precisão, AP.TEM
Assunto(s):Pressão atmosférica   Sistemas de navegação global por satélite   Geodésia celeste

Resumo

O posicionamento geodésico utilizando o Sistema Global de Navegação por Satélites (Global Navigation Satellite System - GNSS) tem como observáveis básicas, as distâncias entre as antenas dos satélites artificiais do sistema e dos receptores com base nos sinais de radiofrequência. Uma das fontes de erros associadas a esse tipo de medidas é a camada eletricamente neutra da atmosfera terrestre, pois, os sinais, ao percorrerem tal camada causam o chamado atraso troposférico (Tropospheric Delay). No entanto, esse atraso pode ser estimado juntamente com a minimização das demais fontes de erros das observáveis GNSS, e posteriormente convertido em estimativas do vapor d'água integrado na atmosfera (Integrated Water Vapor - IWV). O emprego de redes de monitoramento continuo dos sinais GNSS para essa finalidade pode contribuir significantemente para amenizar a deficiência de medidas precisas do vapor d'água atmosférico em várias atividades relacionadas com a Meteorologia e Climatologia. No caso da utilização dos dados da RBMC (Rede Brasileira de Monitoramento Contínuo), para obter a máxima precisão nos valores do IWV é necessário que medidas de pressão atmosférica e temperatura sejam realizadas junto à antena GNSS. Na ausência de tais medidas, pode utilizar os valores oriundos de plataformas de coleta de dados (PCDs) ou de informações provenientes das estações meteorológicas homologadas pela Organização Mundial de Meteorologia. Neste contexto, essa pesquisa tem por objetivo investigar metodologias apropriadas de interpolação temporal e espacial de dados meteorológicos. Para isso, será realizada uma análise do impacto das interpolações e correções na qualidade final dos valores do IWV obtidos via GNSS. Espera-se que com o desenvolvimento dessa pesquisa a real incerteza nas estimativas do IWV seja mais bem determinada, contribuindo com o processo de assimilação desses dados, o qual se encontra em fase de desenvolvimento no CPTEC-INPE.