Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos ligantes de PPAR-alfa e gama sobre a disfunção endotelial induzida pelo tratamento por 7 dias com isoproterenol

Processo: 05/00532-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Luciana Venturini Rossoni
Beneficiário:Lívia Emy Fukuda
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia cardiovascular   Reatividade cardiovascular   Endotélio   Isoproterenol   Receptores adrenérgicos beta   Anti-inflamatórios

Resumo

Enfermidades cardiovasculares, como a insuficiência cardíaca e a hipertensão arterial essencial, possuem grande relevância epidemiológica em qualquer programa de saúde mundial e são caracterizadas, dentre outros, pela estimulação crônica dos receptores beta-adrenérgicos. Um modelo experimental utilizado para mimetizar este quadro é obtido pela administração subcutânea diária de isoproterenol, um agonista beta-adrenérgico não seletivo. Trabalho realizado por nosso grupo demonstrou que este tratamento é capaz de aumentar a resposta a agentes vasoconstritores, de maneira dependente do endotélio, em aorta de ratos. Atualmente, em associação com disfunção endotelial e alterações de reatividade vascular, sugere-se a presença de um processo inflamatório local em algumas enfermidades do sistema cardiovascular, como a aterosclerose e a hipertensão arterial. Em particular, foi observado que a estimulação crônica dos receptores beta-adrenérgicos é capaz de aumentar a síntese de citocinas pró-inflamatórias, tanto no coração, como nos vasos sanguíneos de animais submetidos ao tratamento com isoproterenol, sugerindo uma relação entre a inflamação, estimulação beta-adrenérgica e disfunção vascular. Uma via bastante promissora com efeitos anti-inflamatórios e de melhoria da função vascular envolve o tratamento com ligantes dos receptores nucleares “peroxissome proliferator-activated receptors” ou PPARs. Assim, buscar-se-á neste projeto avaliar o efeito do tratamento com ligantes dos PPAR-alfa e -gamma sobre a reatividade vascular e a função endotelial em anéis de aorta de ratos submetidos ao tratamento por 7 dias com isoproterenol.