Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da ligadura das arterias que irrigam os corpusculos carotideos sobre os ajustes cardiovasculares promovidos pelo treinamento fisico em ratos normotensos e hipertensos.

Processo: 09/50914-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Lisete Compagno Michelini
Beneficiário:Josiane de Campos Cruz
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pressão sanguínea   Hipertensão   Quimiorreflexo   Treinamento físico   Frequência cardíaca

Resumo

O treinamento físico (TF) é bastante eficaz em reduzir a FC basal em indivíduos normotensos e hipertensos e a PA em hipertensos. Estudos de Ceroni e cols. (2009) mostraram que os efeitos cardiovasculares benéficos observados após o TF em ratos normotensos e hipertensos foram bloqueadas após a desnervação sino-aórtica (DSA), sugerindo a importância das aferências barorreceptoras em desencadear alterações cardiovasculares induzidas pelo TF. Como a DSA envolve a remoção das aferências do quimiorreflexo, não se sabe se os quimiorreceptores estariam envolvidos nestes ajustes. O primeiro objetivo do nosso estudo será analisar, por meio da ligadura das artérias dos corpúsculos carotídeos, a participação dos quimiorreceptores na modulação cardiovascular promovidas pelo TF em ratos normotensos e hipertensos. Além disso, sabendo-se que: 1) o exercício promove alterações significativas na plasticidade/funcionamento das projeções VPérgicas do PVN ao NTS; 2) a liberação da vasopressina no NTS facilita a atividade simpática, sendo responsável pelo bloqueio da bradicardia barorreflexa; 3) o TF aumenta a excitabilidade de neurônios VPérgicos do PVN que se projetam ao NTS; 4) o TF aumenta a sensibilidade dos quimiorreceptores periféricos . Há, a possibilidade dos efeitos cardiovasculares induzidos pelo TF serem mediados pelos quimiorreceptores periféricos e de que sua mediação seja realizada através da modulação da atividade de vias vasopressinérgicas. Portanto, a segunda hipótese a ser testada, é a de que os efeitos induzidos pelo TF via quimiorreceptores periféricos, seriam mediadas por projeções vasopressinérgicas do PVN ao NTS e/ou ao RVLM. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CRUZ, JOSIANE C.; CAVALLERI, MARINA T.; CERONI, ALEXANDRE; MICHELINI, LISETE C. Peripheral chemoreceptors mediate training-induced plasticity in paraventricular nucleus pre-autonomic oxytocinergic neurons. Experimental Physiology, v. 98, n. 2, p. 386-396, FEB 2013. Citações Web of Science: 10.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.