Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da potencialidade de produção de AGV's e hidrogênio a partir de efluentes industriais e domésticos utilizando diferentes inóculos

Processo: 08/57756-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marlei Barboza Pasotto
Beneficiário:José Augusto Bolzan Agnelli
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição industrial   Tratamento de efluentes industriais   Tratamento biológico anaeróbio   Águas residuárias   Ácidos graxos voláteis   Hidrogênio

Resumo

Para controle da poluição industrial, bem como o enfrentamento da degradação dos recursos naturais, há necessidade de se criar estratégias que motivem empresas a investirem em ações cujo resultado final seja a diminuição de impacto ao meio ambiente. A transformação de resíduos, através da aplicação de processos físicos, físico-químicos ou bioquímicos, tem se mostrado promissora no se concerne à motivação de investimentos no setor. Com relação aos processos de tratamento biológico, deve-se considerar os impactos que se têm obtido com os processos anaeróbios para tratamento de águas residuárias. Isto se deve ao fato de serem motivados por apresentarem um baixo custo e baixa geração de lodo biológico. Um recente trabalho de doutorado desenvolvido na EESC-SC, apresentou uma estratégia para a produção de ácidos graxos voláteis através de um sistema anaeróbio de tratamento. Sabe-se ainda que em processos biológicos fermentativos, produz-se hidrogênio concomitantemente com ácidos orgânicos, justamente neste aspecto, os processos de tratamento de efluentes suscitam interesse, especificamente sob o ponto de vista de produção de hidrogênio, via rota acidogênica, em processos anaeróbios. Obviamente, este interesse em relação a hidrogênio se dá por ser este uma fonte renovável de energia, não apresentando toxidez. Assim este projeto em IC tem como objetivo geral estudar a de produção de ácidos graxos voláteis e hidrogênio, a partir de águas residuárias industriais e domésticas, em reator anaeróbio operando em batelada, utilizando-se dois tipos de inóculo, sendo um de reator anaeróbio produtor de hidrogênio e outro com uma cultura de microrganismos utilizados na indústria de laticíneos. Para que este objetivo geral seja satisfeito, entende-se que os seguintes objetivos específicos devam ser atingidos: 1; Avaliar a atividade acidogênica específica em reator batelada, a partir de dois diferentes inóculos obtidos de diferentes fontes; 2. Avaliar, ao final da fermentação, a predominância de micorganismos submetidos a resíduos industriais e domésticos; 3. Avaliar as características cinéticas de crescimento, consumo de substrata e produção de gás e/ou ácidos. (AU)