Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade anti-Candida de duas plantas brasileiras e estudo do perfil proteico

Processo: 08/53454-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Rosemeire Cristina Linhari Rodrigues Pietro
Beneficiário:Henrique Luiz Rodrigues da Cunha
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Extratos vegetais   Folhas de planta   Anti-infecciosos   Candida albicans   Eugenia (planta)   Stryphnodendron adstringens

Resumo

O estudo do potencial antimicrobiano de plantas é importante, já que muitos metabólitos secundários de plantas apresentam atividade antimicrobiana e porque os atuais antifúngicos apresentam certa toxicidade e cepas resistentes vêm se tomando mais freqüentes. Algumas plantas como Eugenia pyriformis, popularmente conhecida como "uvaia", da família Myrtaceae, são empregadas em casos de gripe, febre e disenteria mas ainda não tiveram sua atividade comprovada por estudos científicos. Em contrapartida, Stryphnodendron adstringens, da família Leguminosae, popularmente conhecido como "barbatimão" é utilizado como antimicrobiano e cicatrizante, tendo estas atividades já comprovadas, porém, não foram encontrados relatos de estudos sobre o mecanismo de ação antimicrobiana. Este projeto destina-se à avaliação de atividade antimicrobiana contra Candida albicans de extratos de E. pyriformis e S. adstringens. Faz parte dos objetivos o estudo do mecanismo de ação anti-Candida, analisando o perfil proteico obtido pela ação dos extratos vegetais das espécies citadas. (AU)