Busca avançada
Ano de início
Entree

Morte, violencia e erotismo na fotografia contemporanea: um estudo de casos.

Processo: 06/05942-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fotografia
Pesquisador responsável:Mauricius Martins Farina
Beneficiário:Cyra Maria de Araújo Souza
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Relatos de casos   Sigmund Freud   Pós-modernidade   Morte

Resumo

As imagens de morte, decadência física e mutilação na produção fotográfica contemporânea assumem um posicionamento (consciente ou não) frente ao discurso visual oficial da mídia a respeito do corpo e da sexualidade. A pesquisa aqui proposta quer justamente evidenciar que, através do grotesco, da distorção e da erotização da violência, essas manifestações artísticas, (aqui representadas por três casos: Nan Goldin, Joel-Peter Witkin e Noboyushi Araki) tentam resgatar o orgânico, a experiência corpórea, o erotismo petrificado na “Estética da Mercadoria”. Faces opostas de uma mesma moeda podem ser entendidas em termos de “tecnocracia da sensualidade” (Haug, 1971) em oposição à busca pelo “animal em falta de si mesmo” (Derrida, 1997).O projeto propõe a pesquisa como uma fonte de elementos estéticos, textuais, simbólicos, a serem incorporados por um processo criativo já em andamento, objetivando a produção de um ensaio fotográfico e a elaboração de um texto crítico.