Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo morfológico, pedológico e fitofisionomico em vertente amostral na Reserva Florestal do Morro Grande - Planalto de Ibiúna

Processo: 08/53914-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 31 de julho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Cleide Rodrigues
Beneficiário:Helga Grigorowitschs
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fitogeografia

Resumo

No município de Cotia assim como em grande parte da Região Metropolitana de São Paulo, os processos de ocupação humana provocaram profundas modificações nas paisagens naturais, afetando não somente a cobertura vegetal original, mas também outros elementos e fatores da paisagem, como os solos, o relevo, os cursos fluviais e o microclima. Desta forma, restam atualmente poucas áreas nas quais o meio natural encontra-se preservado, sendo necessário desenvolver estudos para a compreensão de sua organização interna e dinâmica. Considerando estas questões, este projeto tem como objetivos: 1) Levantar e analisar determinadas características geomorfológicas, pedológicas e fitofisionômicas em um sistema vertente da Reserva Florestal do Morro Grande (Planalto de Ibiúna), verificando como estás características variam especialmente; 2) Propor hipóteses sobre correlações entre o relevo, os solos e a vegetação da área em estudo, e sobre os processos morfogenéticos predominantes ao longo da mesma. O sistema vertente a ser estudado é um elemento ou sub-sistema da bacia hidrográfica do no Cotia, e sua localização será em área com padrões de relevo característicos do Planalto de Ibiúna e das condições originais da paisagem da região. Como referencial teórico-metodológico será adotada a abordagem geossistêmica. As principais técnicas utilizadas consistirão no levantamento de perfis de vertente na área de estudo, análise morfopedológica, realização de tradagens ao longo dos perfis e observação e descrição de aspectos fisionômicos da vegetação. Assim, a pesquisa visa compreender a paisagem de forma integrada, buscando articular conhecimentos de diversas disciplinas da geografia no estudo do sistema vertente selecionado. (AU)