Busca avançada
Ano de início
Entree
Conteúdo relacionado

Reconstrucao historica da poluicao do reservatorio de guarapiranga (sao paulo-sp) e avaliacao atual dos sedimentos de reservatorios de abastecimento de agua da regiao metropolitana de sao paulo: ...

Processo: 09/50387-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Faustino Pires
Beneficiário:Tatiane Araujo de Jesus
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O presente estudo visa reconstruir o histórico da poluição do Reservatório de Guarapiranga, bem como avaliar o teor de contaminantes em sedimentos recentemente depositados em cerca de 10 outros reservatórios utilizados para o abastecimento de água na Região Metropolitana de São Paulo. O estudo será baseado na quantificação dos teores de contaminantes em perfil de sedimento quimicamente datado através do isótopo radioativo 210Pb (cerca de 100 anos). As amostras de sedimento (perfil e sedimento recente) serão obtidas por meio de testemunhador por gravidade. As seguintes variáveis serão avaliadas nas amostras de sedimento: litologia, teor de umidade, densidade (aparente e do sólido), granulometria, carbono orgânico total, metais elementos traço, 16 hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), bifenilas policloradas (BPC), 16 pesticidas organoclorados, 3 hormônios naturais (estrona, 17β-estradiol e 16α-hidroxiestrona), 1 hormônio sintético (17α-etinilestradiol), 2 surfactantes (4-tert-octilfenol e 4-nonilfenol) e 1 plastificante (Bisfenol A). Vários dos traçadores químicos propostos vêm sendo apontados como potenciais interferentes endócrinos no organismo de animais e seres humanos. Os dados serão analisados por meio de análises estatísticas multivariadas. Este projeto permitirá estabelecer os níveis de base (pré-impacto) de elementos traço para o Reservatório de Guarapiranga e a evolução dos impactos antropogênicos durante o último século, bem como contribuirá com o avanço do estabelecimento de níveis de referência de qualidade dos sedimentos dos reservatórios da RMSP. (AU)