Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das lesoes cardiacas em ratos (rattus novergicus) infectados experimentalmente por toxocara canis

Processo: 08/58439-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Vamilton Alvares Santarém
Beneficiário:Andre Nogueira Louzada
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Toxocara canis   Toxocaríase   Patologia

Resumo

A toxocaríase visceral é uma zoonose de caráter cosmopolita, ocasionado pela migração somática de larvas de Toxocara spp. Apesar de as larvas passarem obrigatoriamente pelo coração no processo de migração, poucos estudos envolvem as lesões cardíacas provocadas pelo parasito. Com o objetivo de estudar as alterações promovidas por larvas de Toxocara canis sobre o músculo cardíaco de ratos Wistar de três meses de idade, em função da carga infectante e do tempo, serão formados dois grupos com 24 animais, 12 machos e 12 fêmeas por grupo. Os animais de um dos grupos receberão, por via oral, 250 ovos larvados de T. canis, enquanto que no outro, os ratos serão infectados com 1.000 ovos larvados, pela mesma via. Outro grupo, constituído por 12 animais, seis de cada sexo, servirá como controle. Será realizada a eutanásia, por ex-sanguinação, de quatro animais dos grupos experimentais e dois do grupo controle, nos dias sete, 15, 30, 60,120 e 180 pós-infecção. Durante o procedimento, amostra de sangue será colhida por punção venojugular, para realização de hemograma, e o coração será extraído para recuperação de larvas do nematódeo na câmara cardíaca, e realização dê exame histopatológico, para avaliar a presença de larvas e as alterações promovidas pelas mesmas nas três camadas cardíacas. Para comparação do número de larvas colhidas no câmara e músculo cardíacos nos diferentes momentos, assim como o número de células presentes nas lesões, será utilizada a análise de variância (ANOVA), enquanto que o qui-quadrado será realizado para comparação dessas variáveis em função da carga infectante, considerando-se significativos os valores cujo P for menor que 0,05. (AU)