Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronizacao de tecnica para recuperacao de ovo de toxocara canis em solo artificialmente contaminado.

Processo: 07/54934-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2007
Vigência (Término): 30 de setembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Vamilton Alvares Santarém
Beneficiário:Tathiana Dias Sichieri
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias. Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Larva migrans   Toxocara canis

Resumo

Com objetivo de padronizar uma técnica para recuperação de ovos de Toxocara canis em solo, serão comparadas etapas que possam interferir na detecção dessas estruturas. Para isso, amostras de solo serão previamente esterilizadas durante 30 minutos a 150ºC e divididas em alíquotas de um grama Fêmeas adultas de T. canis serão obtidas de filhotes de cães que liberem espontaneamente o parasito. Os ovos serão obtidos pela abertura do nematódeo, e 200 unidades serão re-suspensas em 2,0 ml de solução fisiológica para contaminação de um grama de solo. Após um período mínimo de dois dias da contaminação, serão comparadas, em etapas seriadas, as variáveis: tempo de filtragem, lavagem com água destilada, lavagem com hidróxido de sódio, re-suspensão e filtragem do material. Como ponto de partida para comparação, será utilizada uma técnica-padrão com lavagem de solo em Tween 80 (0,2%) e solução de hidróxido de sódio 0,1N; re-suspensão; e centrífugo-flutuação em solução de nitrato de sódio (d=1.20). Os ovos recuperados serão contados sob microscopia ótica (10X), sendo utilizadas 10 repetições com três leituras em cada repetição. Será realizado em cada etapa o mesmo procedimento com um grama de areia esterilizada sem contaminação, como controle. Para avaliar que variável tem significância em cada etapa e permitir que esta seja utilizada no subseqüente passo, as médias das leituras das 10 repetições sofrerão tratamento estatístico pela ANOVA. Após a padronização as soluções de Nitrato de Sódio e Sulfato de Zinco, nas densidades 1.20, 1.25 e 1.30. (AU)