Busca avançada
Ano de início
Entree

Topicos de astrofisica de altas energias-buracos negros e "gamma ray bursts".

Processo: 01/07753-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2001
Vigência (Término): 31 de outubro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Jorge Ernesto Horvath
Beneficiário:Paulo Sérgio Custódio
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:97/13084-3 - Investigação de fenômenos astrofísicos de altas energias, AP.TEM
Assunto(s):Física de partículas   Astrofísica de altas energias   Gravitação

Resumo

Gamma ray bursts são surtos muito potentes em raios gama e desafiam a astronomia atual na formulação de um modelo simples e consistente para ajustar as características dos fenômenos observados. Os eventos dividem-se em duas classes importantes: GRBs de longo período (com afterglow) e GRBs de curto período, sem afterglow, apresentando um espectro muito duro em raios gama. Pretendemos então: 1) Analisar as correções que devem estar presentes no parâmetro hardness (dureza do espectro) dentro do modelo que envolve buraco negro quente, (emitindo via mecanismo Hawking) - levando em conta a presença de uma fotosfera fireball, que aparece quando o mesmo é bastante quente. Este diagnóstico está ligado à multiplicidade de partículas e à abundância permitida para estes PBHs-GRBs. 2) Calcular a abundância máxima de PBHs formados a um redshift genérico usando o background teórico de ondas gravitacionais. Este cálculo é importante para fechar a análise 1 acima, pois tal abundância (neste método) é independente da multiplicidade de partículas e da formação ou não de uma fireball em torno do PBH. Este vínculo faz um diagnóstico da viabilidade do modelo e da relação física de partículas-astrofísicas de altas energias. (AU)