Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da hiperprolactinemia pela metoclopramida no globo ocular de camundongas

Processo: 03/12913-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2004
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Manuel de Jesus Simões
Beneficiário:Fernanda Watanabe Martins
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metoclopramida   Hiperprolactinemia   Olho   Pressão intraocular   Histomorfometria   Modelos animais de doenças

Resumo

A prolactina é um hormônio polipeptídico secretado pela glândula pituitária que atua no aparelho reprodutor, mama, resposta imunológica e também no globo ocular. De fato, a hiperprolactinemia pode aumentar a pressão intraocular pela modulação da ação dos esteróides sexuais no controle da produção do humor aquoso no olho. O objetivo deste trabalho é avaliar as alterações morfológicas decorrentes da hiperprolactinemia no globo ocular de camundongas durante a fase de proestro (fase do ciclo estral onde há pico de estrogênio) e durante a gestação (altas concentrações de estrogênio e progesterona). Será realizado estudo histomorfométrico das estruturas do olho: córnea, cristalino, íris, câmara anterior e retina. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)