Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de metodologias de extracao para a avaliacao do processo de fitorremediacao de pesticidas organoclorados em amostras de solo.

Processo: 08/58948-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Sandra Regina Rissato
Beneficiário:Renata Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Solos   Agrotóxicos   Meio ambiente   Fitorremediação

Resumo

Os pesticidas organoclorados são compostos tóxicos que foram muito utilizados na agricultura a partir de meados do século XX e possuem uma estabilidade contra a decomposição ou degradação ambiental. Nos últimos anos os debates sobre a poluição do meio ambiente ganharam força, culminando na ratificação da Convenção de Estocolmo. Isto vem a mostrar a importância dos estudos sobre a toxidade juntamente com os efeitos dos pesticidas no meio ambiente. A proposta do presente trabalho é avaliar a eficiência das plantas Ricinus communis L. (mamona) e a Glycine max (soja) no processo de fitorremediação de solos contaminados com compostos organoclorados, sob condições controladas (casa de vegetação). Para a avaliação destes compostos em solos serão testados os métodos de extração com solvente usando um extrator Soxhíet e o SFE, além de serem desenvolvidas metodologias de "clean-up". A identificação e quantificação dos contaminantes serão realizadas por cromatografia gasosa de alta resolução acoplada a um detector de captura de elétrons (GC-ECD). Os resultados obtidos podem contribuir para estudos posteriores e aumento da tecnologia nacional a fim de solucionar ou amenizar problemas ambientais existentes. Além de que as plantas utilizadas poderão ser aproveitadas para a produção do biodiesel nacional. (AU)