Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da contaminação de água e peixes pelo herbicida ametrina na microbacia do ribeirão Guamium

Processo: 04/02806-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2004
Vigência (Término): 31 de agosto de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Valdemar Luiz Tornisielo
Beneficiário:Nathalia Maria Baldo Rodriguez
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Agrotóxicos   Herbicidas   Poluição da água   Poluição de rios   Contaminação de alimentos   Cromatografia a gás

Resumo

Com o crescente aumento da população mundial torna-se cada vez mais necessário o uso intensivo de agrotóxicos em diferentes cultivos, como forma de minimizar as perdas agrícolas. Entretanto, os mesmos representam um grande risco à saúde do homem e do meio ambiente, quando não utilizados de forma correta, de acordo com as recomendações de aplicação e prazos de carência, ou quando o agrotóxico apresenta características indesejáveis ao ambiente. Como conseqüência disto, resíduos de agrotóxicos poderão estar presentes nos alimentos. No Brasil é comumente utilizado o herbicida ametrina, pertencente ao grupo das s-triazinas, já em desuso em âmbito mundial, para controle de plantas daninhas, principalmente na cultura da cana-de-açúcar. A ametrina apresenta uma forte tendência de ser lixiviada e contaminar cursos de água, além de ser ligeiramente tóxica aos seres humanos, acarretando, assim, riscos ao ambiente. Este projeto tem por objetivo validar a metodologia analítica e determinar a presença de resíduos de ametrina nas espécies de peixe Oreochromis niloticus (tilápia) e Hoplias malabaricus (traíra) e, também, na água provenientes da microbacia do Ribeirão Guamium, Piracicaba-S.P. Desta maneira, pretende-se avaliar a possível contaminação por ametrina destes alimentos a que a população está exposta. (AU)