Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização mecânica e metalográfica da liga Ti-35Nb-10Zr sob ação de íons fluoretos

Processo: 07/08501-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Luis Geraldo Vaz
Beneficiário:Marcela Fernandes de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Metalografia   Titânio   Fluoretos   Ligas de titânio   Propriedades mecânicas

Resumo

As ligas de titânio são utilizadas na Odontologia devido às suas excelentes propriedades mecânicas, físicas e químicas, porém, busca-se ainda uma liga biocompatível para substituir a liga Ti-6Al-4V. A sugestão aqui apresentada é o estudo de ligas de titânio em que os elementos não apresentem reação adversa com os tecidos. A proposta é avaliar a influência de íons fluoretos nas propriedades mecânicas da liga Ti-35Nb-10Zr. Para a obtenção da liga será utilizado um forno de fusão a arco-voltáico com atmosfera inerte, controlada por uma bomba de vácuo e fluxo de argônio. Os testes mecânicos serão dureza Vickers, resistência à tração e análise de fratura, feitos de acordo com as normas técnicas para biomateriais à base de titânio, em corpos-de-prova submetidos e não submetidos à ação de íons fluoretos. Para a avaliação microestrutural das amostras serão utilizadas microscopias óptica e eletrônica de varredura. A análise da composição química das ligas será realizada por fluorescência de raios-X. Os resultados obtidos serão submetidos a tratamentos estatísticos adequados para cada tipo de ensaio. É importante salientar a importância multidisciplinar, pois o estudo vai possibilitar a integração de várias áreas do conhecimento, além disso, o projeto em tela está inserido na linha de pesquisa do Orientador, estando relacionado com os Auxílios a Pesquisa financiados pela FAPESP, processos 06/06253-4 e 07/07090-4.