Busca avançada
Ano de início
Entree

Em busca do mito perdido: argumentos singulares nas Fabulae de Higino

Processo: 10/00229-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Línguas Clássicas
Pesquisador responsável:Isabella Tardin Cardoso
Beneficiário:Diogo Martins Alves
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Intertextualidade

Resumo

A relevância da obra Fabulae, atribuída a um certo Higino, tende a ser cada vez mais reconhecida nos estudos mitográficos, muito embora estudiosos (entre eles autores de edições críticas) divirjam quanto ao valor da obra em si, considerando-a desde a uma mera e medíocre tradução de um único compêndio grego, hoje perdido, até o mais importante manual de mitologia legado pela Antiguidade greco-romana. Entretanto, nossa pesquisa não tem por pretensão qualificar a obra, mas, antes, observar seu texto, com destaque a características relacionadas a sua língua, estilo e gênero, investigando, inclusive, a relevância de tais aspectos para o estudo mais geral dos mitos referidos na obra, bem como de outros a estes relacionados. No presente trabalho, nossa atenção se volta para fabulae que tratam de mitos para os quais hoje Higino é a única fonte antiga, cotejando-as, porém, com textos (de gêneros vários) que tratem mais tangencialmente dos mitos associáveis a tais fábulas. Ao atentar para a diferença da versão do mito das passagens em apreço com relação a outras fontes antigas, pretende-se, ainda, considerar aspectos do gênero ao qual pertence à obra de Higino.