Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da rifamicina sv sodica em reimplante dental tardio, apos tratamento da superficie radicular com hipoclorito de sodio a 1% e fluoreto de estanho a 1%. estudo microscopio em ratos.

Processo: 02/12946-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Tetuo Okamoto
Beneficiário:Jose Ricardo Vancetto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Hipoclorito de sódio

Resumo

Em reimplantes dentais, geralmente ocorre a permanência do dente avulsionado em meio seco acima de 30 minutos, período este, entre o acidente e o atendimento do paciente pelo profissional. Este fato ocasiona a degeneração do ligamento periodontal cementário que pode provocar a reabsorção inflamatória do dente reimplantado. No presente trabalho, será estudado o reimplante dental tardio após tratamento da superfície radicular com hipoclorito de sódio a 1% e fluoreto de estanho a 1%, empregando ou não a rifamicina sódica. Para tanto, serão empregados 20 ratos divididos em 2 grupos de 10. No primeiro grupo, os dentes após o tratamento da superfície radicular serão reimplantados em seus respectivos alvéolos. No segundo grupo, após o mesmo tratamento da superfície radicular, serão imersos rapidamente em rifamicina sódica antes do reimplante. Decorridos 60 dias do reimplante, os 10 ratos de cada grupo serão sacrificados, e as peças contendo os dentes reimplantados, serão removidos e ficados em formalina a 10%. Após processamento laboratorial de rotina, as peças serão incluídas em parafina para microtomia. Serão colhidos cortes semi-seriados com 6 micrometros de espessura. Os cortes assim obtidos, serão corados em hematoxilina e eosina e tricrômico de Masson para estudo microscópico. (AU)