Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de dose efetiva mínima e doses não tóxicas de 5-fluorouracil e leucovorina sobre a atividade de células dendríticas humanas e sobre a imunogenicidade de células de câncer colorretal

Processo: 09/18454-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Ramon Kaneno
Beneficiário:Denise da Silva Reis
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias colorretais

Resumo

A quimioterapia convencional para o tratamento do câncer está comumente associada com mielossupressão e causa diminuição da viabilidade e número de células dendriticas (DCs) devido à administração dos antineoplásicos na dose máxima tolerável (MTD) ou próxima dela. Uma alternativa para limitar os efeitos tóxicos desses agentes é administrá-los em doses baixas e freqüentes (quimioterapia metronômica) que, entre outros aspectos, melhora a eficácia antitumoral pela inibição da angiogênese no sítio do tumor. Estudos prévios do grupo indicam que doses ultrabaixas de determinados agentes antineoplásicos modulam positivamente o estado de ativação e as funções das células dendríticas, sugerindo que a associação entre vacinas de DCs e quimioterapia metronômica possibilitaria a estimulação da resposta imune, ao mesmo tempo em que as células tumorais sofrem o efeito dos agentes antineoplásicos em doses ultrabaixas. Assim, hipotetizamos que o uso de 5-fluorouracil e leucovorina, drogas de escolha para o tratamento do câncer colorretal, em dose efetiva mínima (DEM) ou doses ultrabaixas não tóxicas, poderia modular positivamente as DCs humanas e potencializar a imunogenicidade de células tumorais, além de torná-las mais sensíveis à ação de linfócitos T citotóxicos (CTLs). Desse modo, o presente estudo tem o objetivo de avaliar o efeito in vitro de DEM e dose não tóxica de 5-fluorouracil e leucovorina sobre as funções de DCs humanas e sobre a imunogenicidade de células de câncer colorretal humano HCT-116. Com esse propósito as DCs humanas serão sensibilizadas com lisatos de células tumorais pré tratadas com as doses previamente determinadas das drogas de escolha, e avaliadas quanto à capacidade de apresentação de antígenos e indução de linfócitos T citotóxicos in vitro.