Busca avançada
Ano de início
Entree

Remobilização de ferro em situação de sobrecarga através de quelantes flavo-nóides

Processo: 09/11352-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Breno Pannia Espósito
Beneficiário:Mayara Marinovic Baccan
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Química bioinorgânica   Flavonoides   Ferro   Transferrina   Anemia

Resumo

O ferro (Fe), embora sendo um elemento essencial, quando em excesso (fora dos compartimentos bioquímicos adequados) pode produzir dano celular e óbito como decorrência da catálise de forma-ção de espécies reativas de oxigênio. São conhecidos vários transtornos que dão origem à sobrecar-ga sistêmica de Fe, tanto generalizada (p. ex., talassemia, hemocromatose, siderose transfusional) como localizada em tecidos ou organelas específicos (p. ex., ataxia de Friedreich, anemia sidero-blástica, anemia de doença crônica). O tratamento da sobrecarga de Fe dá-se através de terapia de quelação, onde o objetivo é a eliminação do metal através da formação de quelatos solúveis. Entre-tanto, para aqueles casos em que a hiperferremia é localizada, essa estratégia não é interessante, pois o indivíduo convive paradoxalmente com um quadro geral de anemia. Nestes casos, mais do que eliminar o excesso de metal, há interesse em redistribuí-lo corretamente no organismo. Neste trabalho, objetivamos estudar a aplicabilidade de ligantes flavonóides que reúnam as seguintes ca-racterísticas: (i) formação de complexos redox-inativos com Fe; (ii) ter acesso a reservatórios de Fe livre intracelular; (iii) sejam capazes de transferir o metal para a proteína sérica de transporte de Fe transferrina.