Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação de bioensaios de toxicidade utilizando resazurina para avaliação da eficiência do reator anaeróbio horizontal de leito fixo (RAHLF) na degradação do aldicarbe

Processo: 06/03149-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2006
Vigência (Término): 31 de agosto de 2007
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marcelo Zaiat
Beneficiário:Matheus Eduardo Martins
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Reatores biológicos   Bioensaio   Biomassa imobilizada

Resumo

O aldicarbe é um agroquímico muito utilizado nos cultivos do café, citros, batata e algodão. Sob certas condições específicas, há elevado risco de contaminação de águas superficiais e subterrâneas por esse composto, fazendo com que seu uso seja restritivo em determinadas situações. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de tecnologias que possam remediar eventuais contaminações decorrentes do seu uso. A biorremediação envolve o uso de organismos vivos para degradar poluentes e transformá-los em compostos menos tóxicos ou não-tóxicos, no sentido de reabilitar áreas contaminadas. Vários estudos sobre biorremediação têm sido desenvolvidos no Laboratório de Processos Biológicos da EESC/USP, entre os quais se encontra a avaliação da degradação do aldicarbe no Reator Anaeróbio Horizontal de Leito Fixo (RAHLF) sob diferentes níveis de oxidação. Entretanto, a avaliação da degradação do composto de interesse deve ser integrada à quantificação do potencial de toxicidade de subprodutos formados não detectados e aqueles que, por sinergismo, têm seu potencial tóxico aumentado. A utilização de bioensaios pode complementar as análises físico-químicas no que tange à avaliação da conversão do aldicarbe em produtos de menor toxicidade. Um dos testes possíveis é o da atividade da enzima desidrogenase (DHA– Dehydrogenase Activity Test), através do emprego de corantes específicos, entre eles a resazurina, que tem sido empregada com sucesso na determinação da toxicidade de compostos orgânicos sintéticos. Assim, o objetivo deste projeto é avaliar a eficiência do RAHLF na degradação do aldicarbe, por meio de bioensaios de toxicidade utilizando a resazurina, buscando comprovar o potencial desse reator como importante ferramenta de biorremediação.