Busca avançada
Ano de início
Entree

Influencia da estrategia de alimentacao sobre o desempenho de um reator anaerobio operado em bateladas sequenciais (asbr) aplicado ao tratamento de esgoto sanitario.

Processo: 05/02467-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2005
Vigência (Término): 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Marcelo Zaiat
Beneficiário:Amanda Cavalhero
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Esgotos sanitários   Tratamento biológico anaeróbio   Tratamento anaeróbio

Resumo

O tratamento de esgoto sanitário e de efluentes industriais de diversas fontes e características por sistemas biológicos tornaram-se uma constante nos dias atuais. O avanço das pesquisas científicas na tecnologia e na engenharia de construção de reatores de tratamento biológico permitiu a disposição destes em escala piloto e, então, a utilização prática em Estações de Tratamento de Esgoto. Nas últimas três décadas, a tecnologia de tratamento de esgoto por sistemas biológicos anaeróbio sofreu notáveis avanços. Entretanto, ainda é necessária muita pesquisa científica neste quesito para que um maior aprimoramento deste tipo de tecnologia atenda totalmente aos padrões ambientais de emissão de efluentes. Neste projeto busca-se a análise da estratégia de alimentação dos reatores operados em bateladas seqüenciais para a eficiência de remoção de material orgânico (fração predominante dos efluentes domésticos). Assim, avaliar-se-á o desempenho do reator no tratamento do esgoto da Estação de Tratamento do Campus da USP de São Carlos mediante a estratégia de alimentação utilizada. Obtidos os resultados, poderá ser possibilitada a aplicação dessa tecnologia em escala maior (Projeto de Dourado financiado pela FAPESP do Ms. Luciano Faria de Novaes em fase inicial de instalação) e em processos de tratamentos já utilizados em indústrias ou estações de tratamento de esgoto sanitário.