Busca avançada
Ano de início
Entree

Política pública integrada o novo direito à cidade: o estudo de caso das escolas Cora Coralina e Clarice Lispector a partir de 3 anos de experiência com a metodologia NEPSO

Processo: 07/50747-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Dagmar Silva Pinto de Castro
Beneficiário:Daniel Luz Mendes
Instituição-sede: Faculdade de Psicologia e Fonoaudiologia. Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS). São Bernardo do Campo , SP, Brasil
Assunto(s):Educação   Escolas

Resumo

A cidade é um espaço de diferentes culturas e a superação das antigas administrações públicas somente é possível a partir de estratégias envolvendo ação direta, avaliação contínua e métodos participativos envolvendo os diferentes setores da sociedade. Considera-se pois que a experiência só se faz cultural quando se concretiza na educatividade das pessoas e instituições (FREIRE) e, nesse fazer, organiza-se como símbolo aceito e pactuado coletivamente. Deste modo, ela ocorre continuamente por meio de novas interlocuções, leituras de mundo e abordagens. A Cátedra em parceria com a Ação Educativa e Secretaria de Educação e Cultura de Mauá, EM Cora Coralina e EMEJA Clarice Lispector, propõe pesquisa para construir conhecimentos em relação aos processos de planejamento e monitoramento das Políticas Públicas Integradas, a partir das experiências educacionais e culturais, com base na história concreta de homens, mulheres, crianças e jovens da cidade de Mauá. Para isso, a Cátedra opta analisar os materiais produzidos nos três anos de experiência do Projeto NEPSO nas escolas citadas como fonte documental (escrita e oral) da primeira fase da pesquisa. Os resultados dessa análise serão confrontados com o acúmulo da Cátedra. A partir disso propõe-se a elaboração de metodologia visando o processo de apropriação do jovem estudante enquanto ator social com direito à cidade. (AU)