Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova proposta analítica para o emprego de espectroscopia de infravermelho próximo por reflectância difusa na caracterização de cafeeiros do banco de germoplasma de café do iac

Processo: 10/05676-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Terezinha de Jesus Garcia Salva
Beneficiário:Juliano Souza Ribeiro
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Quimiometria   Espectroscopia de luz próxima ao infravermelho   Café   Melhoramento genético vegetal   Composição química   Banco de sementes

Resumo

A análise espectroscópica na região do infravermelho próximo (NIRS) é uma técnica analítica que tem se mostrado bastante promissora na identificação de espécies botânicas e no controle de qualidade em indústrias farmacêuticas, químicas e de alimentos. A exploração dos resultados deste tipo de análise se baseia em curvas de calibração ou modelos matemáticos que estabelecem a relação entre dados espectrais e resultados de análises das mesmas amostras obtidos pelo emprego de metodologia analítica de referência. A construção de um modelo robusto requer que as duas metodologias sejam empregadas simultaneamente para grande número de amostras, de modo a assegurar a maior variabilidade possível da característica de interesse. Ocorre, no entanto, que as metodologias de referência geralmente são trabalhosas e, nem sempre, é possível ter produtos de composição suficientemente distinta, cujas análises proporcionem modelos com robustez e sensibilidade suficientes para detectar pequenas diferenças entre eles. A exigência de variabilidade entre os produtos é o principal fator limitante para o estabelecimento de modelos de análise de NIRS para o estudo da composição química de grãos de café. A ela se acrescenta o elevado custo e a complexidade de algumas análises pela metodologia de referência, como as de açúcar e de ácidos alifáticos, por exemplo. Neste projeto se propõe o desenvolvimento de metodologia para a construção e validação de curvas de calibração multivariadas para a quantificação de 10 componentes químicos do grão de café, mediante análises espectroscópicas na região do infravermelho próximo de substâncias puras e de amostras de café do Banco de Germoplasma de Café do IAC, empregando reduzido número de análises pela metodologia de referência. Os resultados do projeto deverão ampliar as oportunidades de emprego da espectroscopia de infravermelho próximo como método para a caracterização química de cafeeiros do Banco de grmplasma do IAC, e indicar que propostas semelhantes podem ser desenvolvidas também para outros produtos agrícolas.