Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do efeito da alternagina-C na expressão de metaloproteases de matriz (MMPs) em fibroblastos e células tumorais de mama

Processo: 09/16901-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Heloisa Sobreiro Selistre de Araújo
Beneficiário:Verônica Assalin Zorgetto
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14138-2 - Center for Structural Molecular Biotechnology, AP.CEPID
Assunto(s):Biologia celular   Desintegrinas   Integrinas   Neoplasias

Resumo

Este trabalho tem por objetivo estudar a ação da alternagina-C, uma desintegrina isolada do veneno da serpente Bothrops alternatus conhecida popularmente por urutu, em linhagens de células tumorais de mama (MDA-MB-231) e de fibroblastos humanos (HF) com o intuito de investigar se esta desintegrina age na modulação da expressão de metaloproteases de matriz (MMPs) pela interação desintegrina-integrina. Para tanto será realizada a purificação da proteína a partir do veneno liofilizado de Bothrops alternatus passando por uma dupla filtração em gel Superdex 200 e uma posterior cromatografia de troca aniônica. A pureza da proteína será avaliada por SDS-PAGE e a ausência de atividade proteolítica residual verificada através de zimografia. Ambos os tipos celulares, MDA-MB-231 e HF, serão cultivados em meio DMEM suplementado com L-glutamina e antibióticos contendo 10% de soro fetal bovino em estufa úmida a 37°C e 5% de CO2. Os ensaios celulares serão feitos em placas de 96 poços na presença de diferentes concentrações da ALT-C (10, 40, 100 e 1000 nM) e tempos de incubação que variará entre 24, 48 ou 72 horas. Após o tempo de incubação, para cada tipo celular, a atividade gelatinolítica no meio condicionado e no extrato celular será testada por zimografia em gel de SDS-PAGE contendo gelatina. Para a análise dos resultados será feita a quantificação das bandas do gel de zimografia através de densitometria pelo uso do software Image Pro-plus. A confirmação das proteases será feita por western blotting.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.