Busca avançada
Ano de início
Entree

Validação dè alterações dè vias metabólicas Èm sarcomas dè partes moles

Processo: 07/50610-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 20 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luiz Fernando Lima Reis
Beneficiário:Kátia Cândido Carvalho
Instituição-sede: Hospital A C Camargo. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14335-2 - Antonio Prudente Cancer Research Center, AP.CEPID
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Reação em cadeia da polimerase em tempo real   Sarcoma   Marcador molecular

Resumo

Sarcomas são tumores malignos que se desenvolvem em tecidos moles. Possuem origem mesodérmica e podem apresentar grande heterogeneidade histológica, citogenética e molecular. Representam aproximadamente 0,5 % de todas as malignidades e afeta indivíduos de ambos os sexos e em todas as faixas etárias. São relativamente raros, no entanto apresentam altas taxas de morbidade e mortalidade. O diagnóstico desses tumores é de difícil realização, e o tratamento em geral envolve cirurgias radicais e em alguns casos amputamento de membros. Recentemente, foi realizada pelo grupo a análise da expressão diferenciada de genes por Microarray, utilizando amostras provenientes de diferentes tipos de tumores hibridizadas contra um "chip" contendo 4.800 seqüências ORESTES. A validação desses dados permitirá traçar um perfil de expressão gênica exclusivo de cada tumor, permitindo uma comparação entre os diferentes grupos de tumores e uma classificação molecular mais acurada. O objetivo desse projeto é auxiliar no entendimento da etiologia e das alterações moleculares desses sarcomas. Utilizando dados clínicos e anatomopatológicos correlacionar os dados moleculares com a biologia e etiologia dessas neoplasias. Para isso será realizada a validação da expressão dos genes, identificados anteriormente por Microarray, e de seus transcritos por QRT-PCR e imunohistoquímica. Os genes serão selecionados a partir da significância em análises estatísticas quanto à participação em eventos de ativação ou inativação de módulos funcionais. Os resultados serão analisados com o auxílio de patologistas do Hospital do Câncer A.C Camargo e de funcionários do departamento de estatística. (AU)