Busca avançada
Ano de início
Entree

Desvio sanguíneo intracardíaco em Crotalus durissus: controle vagal, padrões hemodinâmicos e papel fisiológico

Processo: 08/00107-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Denis Otavio Vieira de Andrade
Beneficiário:Cléo Alcantara Costa Leite
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Crotalus durissus

Resumo

O desvio sanguíneo intracardiaco (DSiC), em Testudinata e Squamata, tem sua magnitude afetada por diferentes fatores fisiológicos. Tal flexibilidade de ajustes de fluxos sanguíneos, suportado por evidências de que podem ser regulados, motivou diversas hipóteses procurando explicar seus significados funcionais e/ou adaptativos. Nesta visão, a estrutura intracardiaca que possibilita o DSiC representaria uma importante adaptação cardiovascular conferindo diversas vantagens a esses grupos. Contudo, ainda faltam evidencias experimentais que invés de correlações entre estados fisiológicos e padrões de desvios, demonstrem um papel vantajoso desta característica. Em cascavel, Crotalus durissus, a resistência do circuito pulmonar é a principal força que controla o DSiC R-L. Nesta espécie o esfíncter da artéria pulmonar é inervado apenas pelo vago esquerdo. Isto cria uma nova e interessante via de investigação dos aspectos funcionais dos desvios sanguíneos. Pela secção do vago esquerdo seria possível inibir o DSiC R-L sem a inibição completa da atividade vagal, já que o ramo direito ainda seria efetivo para os diversos órgãos alvo. Esta possibilidade pode caracterizar a cascavel como espécie chave na investigação funcional e do controle dos desvios sanguíneo intracardíacos, em répteis. Esta proposta tem como objetivo principal investigar se o DSiC proporciona algum beneficio adaptativo em C. durissus. Para tal, serão aferidos parâmetros metabólicos e cardiorrespiratórios em C. durissus que visam: (1) a descrição dos padrões de desvios sanguíneos intracardíacos em cascavéis; (2) a comparação destes parâmetros entre indivíduos intactos e impossibilitados de controlar da resistência pulmonar, em diversas condições fisiológicas como, o jejum, alimentação e exercício. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TAYLOR, EDWIN W.; LEITE, CLEO A. C.; SARTORI, MARINA R.; WANG, TOBIAS; ABE, AUGUSTO S.; CROSSLEY, II, DANE A. The phylogeny and ontogeny of autonomic control of the heart and cardiorespiratory interactions in vertebrates. Journal of Experimental Biology, v. 217, n. 5, p. 690-703, MAR 2014. Citações Web of Science: 33.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.