Busca avançada
Ano de início
Entree

O halo da Via Láctea revisitado

Processo: 10/08996-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Silvia Cristina Fernandes Rossi
Beneficiário:Vinicius Moris Placco
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/50930-6 - Evolução química e populações estelares galácticas e extragalácticas, por espectroscopia e imageamento, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):12/13722-1 - (Re)Descoberta e análise de estrelas pobres em metais na Via Láctea, BE.EP.PD
Assunto(s):Estrelas pobres em metais

Resumo

Este projeto tem como meta principal reunir toda informação relevante sobre o Halo da Via Láctea e, a partir da análise de grandes bases de dados disponíveis na literatura e de observação de objetos pré-selecionados, contribuir para o entendimento deste componente tão peculiar da Galáxia. Algumas buscas sistemáticas realizadas nos últimos anos, tais como o SDSS (Sloan Digital Sky Survey), aumentaram em ordens de grandeza a quantidade de dados estelares colhidos em relação às últimas décadas, e têm mudado drasticamente a visão atual acerca da estrutura da Galáxia, revelando componentes que até então permaneciam obscuros pela falta de estatística apropriada. Esta proposta tem como base o trabalho de doutoramento do candidato, que teve como principais resultados o desenvolvimento de índices de linha para obtenção de estimativas da abundância de carbono, e também gerou catálogos de candidatas a estrelas pobres em metais enriquecidas em carbono, cuja espectroscopia em média resolução fará parte de projetos observacionais em telescópios de médio e grande porte (tais como SOAR e Gemini). Isso permitirá obter, no decorrer deste projeto, além das abundâncias de carbono, estimativas das abundâncias de outros elementos químicos vitais para o entendimento da evolução química da Via Láctea, tais como os elementos formados por captura de nêutrons. Em adição, a análise das propriedades cinemáticas destes objetos permitirá explorar com mais detalhes as correlações entre seus diversos padrões de abundâncias e seus possíveis locais de formação dentro da complexa estrutura da Via Láctea.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Via Láctea cresceu de dentro para fora 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PLACCO, VINICIUS M.; FREBEL, ANNA; BEERS, TIMOTHY C.; KARAKAS, AMANDA I.; KENNEDY, CATHERINE R.; ROSSI, SILVIA; CHRISTLIEB, NORBERT; STANCLIFFE, RICHARD J. METAL-POOR STARS OBSERVED WITH THE MAGELLAN TELESCOPE. I. CONSTRAINTS ON PROGENITOR MASS AND METALLICITY OF AGB STARS UNDERGOING s-PROCESS NUCLEOSYNTHESIS. ASTROPHYSICAL JOURNAL, v. 770, n. 2 JUN 20 2013. Citações Web of Science: 36.
PLACCO, VINICIUS M.; KENNEDY, CATHERINE R.; BEERS, TIMOTHY C.; CHRISTLIEB, NORBERT; ROSSI, SILVIA; SIVARANI, THIRUPATHI; LEE, YOUNG SUN; REIMERS, DIETER; WISOTZKI, LUTZ. SEARCHES FOR METAL-POOR STARS FROM THE HAMBURG/ESO SURVEY USING THE CH G BAND. ASTRONOMICAL JOURNAL, v. 142, n. 6 DEC 2011. Citações Web of Science: 27.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.