Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensino e apredizagem de conteudos curriculares procedimentais de lingua portuguesa no ensino medio

Processo: 08/57383-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Jair Lopes Junior
Beneficiário:Larissa Figueiredo Salmen Seixlack Bulhões
Instituição-sede: Faculdade de Ciências (FC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Língua portuguesa   Análise de contingências   Livro didático   Avaliação física e funcional   Ensino médio

Resumo

As diretrizes explicitadas em publicações da Secretaria de Educação Básica/MEC estabelecem os conteúdos curriculares procedimentais como uma das modalidades de conteúdos curriculares. Tais conteúdos designam conjuntos ordenados de ações direcionados para a obtenção de um dado objetivo. Embora a literatura acuse ausência de conhecimentos consolidados para orientar atividades de produção e de avaliação de tais conteúdos, bem como ambiguidades na definição de medidas comportamentais que definem os conteúdos curriculares procedimentais, tal modalidade encontra-se expressa em parcela significativa dos objetivos preconizados por tais diretrizes e nos descritores que definem os repertórios prioritários para avaliação institucional de aprendizagem no Ensino Médio. Fundamentado no modelo analítico-comportamental, em particular, em recursos derivados da teoria da coerência de topografia de controle de estimulo e no modelo de espaço de contingência, este projeto objetiva investigar condições que poderiam melhor qualificar ações profissionais de professores do Ensino Médio no ensino de conteúdos curriculares de Língua Portuguesa. Dois conjuntos de condições foram planejados. Pretende-se identificar e descrever as orientações didáticas preconizadas por coleções aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) para o ensino e a aprendizagem progressiva de tais conteúdos. Em seguida, pretende-se avaliar se um conjunto planejado de interações com os professores poderia contribuir, tanto para aquisição de repertórios descritivos, pelos professores, de possíveis relações de funcionalidade entre as práticas de ensino e as propriedades dos repertórios dos alunos nas interações, em sala de aula, que definem o ensino e a aprendizagem de conteúdos curriculares procedimentais de Língua Portuguesa, quanto para a produção de repertórios de ensino consistentes com tais repertórios descritivos. (AU)