Busca avançada
Ano de início
Entree

Fabricação de chapas de resíduos de bambu: caracterização física e mecânica

Processo: 05/53944-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2005
Vigência (Término): 31 de julho de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica - Processos de Fabricação
Pesquisador responsável:Ivaldo de Domenico Valarelli
Beneficiário:Marina Martin Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Reciclagem   Bambu   Chapa de partículas   Materiais de construção sustentáveis

Resumo

Cada vez mais, soluções e propostas ambientalmente corretas são buscadas no ramo industrial e florestal, almejando as metas do desenvolvimento sustentável. Devido à escassez da madeira no Brasil, existem novos investimentos no setor de reflorestamento como, por exemplo, o cultivo do bambu. Outro problema é a geração de grandes quantidades de resíduos poluentes, quase sempre perigosos à biota e danosos ao meio ambiente. O bambu é um material vantajoso que se adapta a todo tipo de solo e terreno, inclusive em plantações onde os terrenos estão desgastados. Segundo BERALDO et al (2003), os resíduos de bambu, por exemplo, constituem uma fonte importante de matéria prima que ainda não encontrou sua devida valorização, mas que similar a outros materiais, seu cultivo, processamento e utilizações geram grandes quantidades de resíduo que devem ser descartados em locais apropriados, ou acoplados a novos produtos. Buscando uma solução para o problema da escassez da madeira, a geração de resíduos e a devida valorização do bambu, esta pesquisa tem por objetivo a fabricação de chapas aglomeradas de resíduos de bambu, compostas de 80% de partículas grossas e 20% de partículas finas, fabricadas com diferentes porcentagens de adesivo uréia-formaldeído. As características físicas e mecânicas das chapas serão avaliadas por meio de ensaios normatizados, objetivando assim escolher a porcentagens mais adequadas de adesivo, aliando propriedade e cultivo. (AU)