Busca avançada
Ano de início
Entree

Origem e dispersão das populações de preguicas:estudo filogeográfico e aspectos de conservação biológica

Processo: 03/03212-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2004
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:João Stenghel Morgante
Beneficiário:Nadia de Moraes Barros
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filogeografia   Conservação   Xenarthra

Resumo

Este projeto propõe o estudo da origem e dispersão das populações em diferentes espécies de preguiças atuais, através da estimativa da variabilidade genética, utilizando para isso marcadores moleculares nucleares e mitocôndrias. As espécies atuais de preguiças, classificadas nos gêneros Bradypus e Choloepus, compõem um modelo de grande interesse para este estudo. Os indivíduos da ordem Xenarthra, na qual são classificadas as preguiças, apresentam muitas características consideradas ancestrais e por isso acredita-se que possuam uma posição basal na evolução dos mamíferos placentados. Apesar de muitos estudos discutirem as relações filogenéticas da ordem em relação a outros mamíferos e mesmo dentro do grupo, muito pouco se sabe sobre os padrões de diversificação e estruturação genética das populações atuais. Os resultados obtidos com o desenvolvimento deste projeto trarão informações relevantes tanto no aspecto evolutivo como também para futuros projetos de conservação além de possibilitar o surgimento de novos estudos comparativos nas espécies do gênero Choloepus. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES-BARROS, NADIA; CLARA ARTEAGA, MARIA. Genetic diversity in Xenarthra and its relevance to patterns of neotropical biodiversity. JOURNAL OF MAMMALOGY, v. 96, n. 4, p. 690-702, AUG 2015. Citações Web of Science: 13.
AZEVEDO, NATHALIA F.; SVARTMAN, MARTA; MANCHESTER, ANDREA; DE MORAES-BARROS, NADIA; STANYON, ROSCOE; VIANNA-MORGANTE, ANGELA M. Chromosome painting in three-toed sloths: a cytogenetic signature and ancestral karyotype for Xenarthra. BMC Evolutionary Biology, v. 12, MAR 19 2012. Citações Web of Science: 2.
N. MORAES-BARROS; CY. MIYAKI; JS. MORGANTE. Identifying management units in non-endangered species: the example of the sloth Bradypus variegatus Schinz, 1825. Brazilian Journal of Biology, v. 67, n. 4, p. 829-837, Dez. 2007.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.