Busca avançada
Ano de início
Entree

Fenologia e frugivoria de Myrtaceae na Mata Atlântica

Processo: 04/15423-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Mauro Galetti Rodrigues
Beneficiário:Vanessa Graziele Staggemeier
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Myrtaceae   Mata Atlântica   Animais frugívoros   Fenologia   Ornitocoria

Resumo

As plantas e os animais frugívoros mantém uma forte relação mutualística, onde as plantas oferecem o recurso alimentar (o fruto) para os animais e estes dispersam as suas sementes. As mudanças dessa relação dispersor/fruto podem trazer complicações para a conservação desse mutualismo. Florestas que sofrem com a degradação podem perder o equilíbrio existente nestas relações mutualísticas, podendo ocorrer ameaças de extinções locais. A família Myrtaceae é uma das mais importantes para os frugívoros da Mata Atlântica, porém sabemos muito poucos das relações mutualísticas entre os frugívoros que dependem dessa família. Portanto, é evidente a necessidade de estudos que contribuam para o conhecimento desse grupo, que exerce grande dominância neste ambiente, e das relações estabelecidas entre suas espécies e os animais frugívoros. O principal objetivo deste projeto é estudar a fenologia e frugivoria de algumas espécies de Myrtaceae ao longo de um gradiente vegetacional de Mata Atlântica. Este trabalho representará uma grande contribuição para a biologia dessa família, bem como, para os estudos das interações entre plantas e animais, além de permitir o desenvolvimento de projetos que visem a conservação deste ecossistema. (AU)