Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuicao da endotelina-1 para o estresse oxidativo e processo inflamatorio na hipertensao induzida por desoxicorticosterona e salina (doca-sal).

Processo: 01/05564-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2001
Vigência (Término): 30 de junho de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Rita de Cassia Aleixo Tostes Passaglia
Beneficiário:Gláucia Elena Callera
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse oxidativo   Endotelina-1   Inflamação   NF-kappa B

Resumo

Lesões em órgãos alvo como cérebro, coração, vasos e rins, descritas em modelos de hipertensão experimental, podem estar associadas à presença de estresse oxidativo e de processo inflamatório. O envolvimento da endotelina-1 (ET-1) nestes processos não foi ainda caracterizado. Ratos com hipertensão DOCA-sal exibem aumento da expressão de ET-1 no sistema cardiovascular, bem como estresse oxidativo acompanhado de resposta inflamatória. Em nosso projeto utilizaremos ratos DOCA-sal e diferentes procedimentos experimentais (cirurgias em animais, medida da pressão arterial, tratamento crônico dos animais com antagonistas (ET-1, espironolactona, antioxidantes), imunohistoquímica, RT-PCR, Western blot, EMSA, ensaios em animais knock out) para avaliar a contribuição da ET-1 e da ativação de receptores mineralocorticóides no estresse oxidativo e na resposta inflamatória na hipertensão arterial. (AU)