Busca avançada
Ano de início
Entree

O possível papel das metaloproteinases na patogênese da lesão periapical experimental

Processo: 08/58064-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Marcos Antonio Rossi
Beneficiário:Gisele Faria
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Lesões periapicais   Endodontia   Doxiciclina   Metaloproteinases

Resumo

É amplamente aceito que em condições inflamatórias como artrite reumatóide, osteoartrite, periodontite e outras, as metaloproteinases (MMPs) agem na destruição tecidual e que sua inibição reduz este processo. No entanto, o papel das MMPs na formação, manutenção e reparação da lesão periapical é pouco conhecido. Foi sugerido que o mecanismo molecular de expansão das lesões periapicais provavelmente possa envolver algumas MMPs e seus inibidores -TIMPs. A proposição do presente projeto é avaliar o envolvimento das MMPs, dos seus inibidores teciduais (TIMPs) e do seu indutor (EMMPRIN) na formação e progressão da lesão periapical em camundongos e ratos. Além disso, estudaremos o perfil de expressão de citosinas (IL-1, IL-6, TNF-alfa), fatores envolvidos na osteoclastogênese (RANK, RANKL, OPG, catepsina K, TRAP), tipos celulares (neutrófilos, macrófagos, linfócitos, osteoclastos, osteoblastos), constituintes da matriz extracelular (colágenos tipo I e III) e perfil bacteriano (Gram positivos e negativos) implicados no desenvolvimento da lesão periapical. É nossa expectativa que o entendimento do papel das metaloproteinases na degradação da matriz extracelular e a relação com a modulação de outros fatores envolvidos na reabsorção óssea resultará no aprofundamento do conhecimento biológico sobre os fatores que regulam o desenvolvimento da lesão periapical além de poder oferecer sugestões ao conhecimento empregado na prática endodôntica atual; mais especificamente, a aplicação de modalidades terapêuticas direcionadas aos mecanismos biológicos envolvidos em seu início, progressão, manutenção e resolução da lesão periapical. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KALATZIS SOUSA, NATALIA GUIMARAES; DE BARROS CARDOSO, CRISTINA RIBEIRO; DA SILVA, JOEIO SATANA; KUGA, MILTON CARLOS; TANOMARU-FILHO, MARIO; FARIA, GISELE. Association of matrix metalloproteinase inducer (EMMPRIN) with the expression of matrix metalloproteinases-1, -2 and -9 during periapical lesion development. ARCHIVES OF ORAL BIOLOGY, v. 59, n. 9, p. 944-953, SEP 2014. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.