Busca avançada
Ano de início
Entree

Soldagem dissimilar por FSW de ligas de alumínio

Processo: 07/59698-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 31 de agosto de 2009
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia de Transformação
Pesquisador responsável:Sergio Duarte Brandi
Beneficiário:Franco Alves Lavacchini Ramunno
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O processo de soldagem por atrito linear e mistura (friction stir welding) é uma técnica de soldagem no estado sólido relativamente recente, desenvolvida pelo The Welding Institute, em 1991, na Grã-Bretanha para tentar solucionar os problemas encontrados durante a junção de ligas de alumínio. O equipamento utilizado é composto basicamente por um ombro e um pino, que misturam no estado sólido as duas partes da junta. Com a pesquisa e desenvolvimento desse processo, descobriu-se que diferentes geometrias de ombro e pino poderiam ser usadas para melhorar as características da solda dependendo do material e da geometria da junção. Além disso, a velocidade transversal da ferramenta desempenha um importante papel no processo. E, como peculiaridade do processo, é importante especificar tanto a velocidade como o sentido de rotação do pino, que controla o fluxo de material na junta, e pode até inviabilizar a formação de uma determinada junção. Embora a mudança microestrutural na região da solda não esteja totalmente esclarecida, o movimento da ferramenta, somado ao fato do processo realizar-se no estado sólido, é responsável pela formação de zonas comuns aos outros processos de soldagem, e de zonas específicas desse processo. Apesar desse tipo de soldagem ainda estar em desenvolvimento, ele já é utilizado em uma-grande variedade de atividades industriais como nas áreas marítima, aeronáutica e aeroespacial e ferroviária. Uma das áreas de interesse é a soldagem dissimilar de ligas de alumínio. Neste projeto estudar-se-á a soldagem de chapas dissimilares de alumínio 1050 com alumínio 5052, com a subseqüente caracterização da microestrutura e das propriedades mecânicas da junta. (AU)