Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das correlações entre mecânica oscilatória e remodelamento de tecido pulmonar periférico decorrentes da inibição crônica da produção de óxido nítrico em modelo de inflamação alérgica..

Processo: 05/54691-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2005
Vigência (Término): 31 de agosto de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Iolanda de Fátima Lopes Calvo Tibério
Beneficiário:Hugo Denji Nakazato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Óxido nítrico   Inflamação crônica

Resumo

Nossos resultados prévios demonstraram que a inibição crônica da produção de NO através do L-NAME aumentou a resistência basal do sistema respiratório e diminui a elastância basal, atuando de forma diferente em vias aéreas distais e proximais. Houve um extravasamento sanguíneo importante no parênquima pulmonar nos animais sensibilizados. Observamos um efeito significativo do NO na deposição de colágeno em vias aéreas. Nossos objetivos serão avaliar os efeitos do NO nas alterações de mecânica oscilatória do parênquima pulmonar neste modelo de inflamação crônica de vias aéreas em cobaias e correlacionar esta resposta aos achados histopatológicos, avaliando o processo de remodelamento do parênquima pulmonar. Os animais serão submetidos ao protocolo de inalações repetidas com ovoalbumina (2x/sem/4sem), com ou sem tratamento com L-NAME por 15 dias na dose de 60mg/Kg na água de beber. Apôs, as cobaias serão anestesiadas e um corte do tecido pulmonar periférico será submetido à avaliação da mecânica oscilatória. Será coletada uma medida da mecânica basal e outra após o desafio com ovoalbumina ou salina no banho. Ao final, o tecido será submetido às colorações com Piero Sirius, Resorcina fucsina e Resorcina fucsina oxidada, para detecção de fibras colágenas e elásticas, respectivamente. A leitura destas será realizada com o uso de um analisador de imagens e os resultados serão expressos através de porcentagem de fibras no parênquima pulmonar. (AU)