Busca avançada
Ano de início
Entree

As principais causas de obito fetal.

Processo: 05/54560-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Egle Cristina Couto de Carvalho
Beneficiário:Marcela Saturnino Caselato
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Insuficiência placentária

Resumo

A incidência de óbitos no período fetal, que na prática começa a partir da vigésima semana de gestação, é de 0,6 a 1,2%. E as causas conhecidas de sua ocorrência, que correspondem a 50-60% do total, são divididas em maternas e feto-anexais. O objetivo principal desse projeto será avaliar alguns dados clínicos, epidemtológicos e etiológicos de óbito fetal nas gestantes com este diagnóstico atendidas no CAISM-UNICAMP no período de janeiro de 1993 a janeiro de 2003, e para isso será realizado um estudo descritivo retrospectivo através da avaliação dos prontuários e fichas obstétricas selecionadas. As variáveis estudadas serão: idade e paridade das pacientes, doença associada, uso de drogas durante a gestação, tipo de parto (ou eliminação do óbito fetal), peso do feto e idade gestacional de ocorrência do óbito fetal. Os dados recolhidos serão agrupados e analisados através de tabelas de freqüência, relacionando duas ou mais variáveis estudadas, como por exemplo: idade gestacional ao diagnóstico de óbito fetal e paridade das mulheres estudadas. (AU)