Busca avançada
Ano de início
Entree

Violência sexual contra crianças e adolescentes: o atendimento do CREAS no município de Sertãozinho

Processo: 09/54305-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Serviço Social - Serviço Social Aplicado
Pesquisador responsável:Adriana Giaqueto Jacinto
Beneficiário:Fabiana de Barros Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Humanas e Sociais (FCHS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Franca. Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Delitos sexuais   Exploração sexual   Prevenção da violência sexual   Prevenção terciária   Relações familiares   Adolescentes   Crianças

Resumo

A violência sexual doméstica pode ser caracterizada como uma violência em que predomina a "lei do silêncio". Ela abrange atividades com ou sem contato físico e os abusadores são sempre pais, parentes ou responsáveis, podendo assim, classificá-la como incestuosa. O abuso-vitimização é todo ato sexual envolvendo um ou mais adultos e uma criança menor de 18 anos, tendo por finalidade a satisfação e/ou estimulação sexual. As conseqüências para a vítima são graves, podendo chegar à gravidez precoce e suicídio. As relações familiares ficam fragilizadas, pois na maioria dos casos a vítima é acusada de culpada e mentirosa. Assim, a melhor forma de se combater esse tipo de violência é a partir da prevenção. O CREAS - Centro de Referência Especializado de Assistência Social - como atendimento de prevenção terciária, através da qual a vítima e o agressor são acompanhados integralmente, destina seu programa de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes a crianças e adolescentes em situação de risco, visando à proteção da vítima bem como o fortalecimento das relações familiares. (AU)